“Por favor, não me chame só para uns beijos meio sem vontade. Não me chame só pra dormir abraçado. Não me chame só quando der na telha. Me chame sempre, me chame hoje, me chame a todo minuto… Pegue minha auto estima no colo e faça um cafuné.”
Clarissa Corrêa. (via inverbos)

“Não gosto da vida em banho-maria, gosto de fogo, pimenta, alho, ervas, por um triz não sou uma bruxa.”
Martha Medeiros (via cambaleei)


“— É pecado sonhar?
— Não, Capitu. Nunca foi.
— Então por que essa divindade nos dá golpes tão fortes de realidade e parte nossos sonhos?
— Divindade não destrói sonhos, Capitu. Somos nós que ficamos esperando, ao invés de fazer acontecer.”
Dom Casmurro. (via recitarpoesias)


cmbsff:

Você se contradiz o tempo todo, moça.






“Eu erro muito. Quase todo dia, pra ser mais específica. Mas durmo com a consciência tranquila, com a alma serena. Não faço mal pra ninguém, ninguém mesmo. Talvez eu magoe algumas pessoas sem querer. Talvez, não, com certeza. Ninguém é como a gente espera. E eu já entendi que inevitavelmente a gente magoa e é magoado.”
Clarissa Corrêa.  (via delator)

“Eu não duvido do poder da música. Em um dia preto e branco ela me colore. Em um momento de tristeza ela traz de volta um meio sorriso. Em uma situação delicada ela me socorre.”
Clarissa Corrêa.  (via segredou)

“Espalhe que o amor não é banal. E que, embora estejam distorcendo o sentido verdadeiro dele nos tempos modernos de hoje, ele existe e é o ingrediente mais importante da vida, a própria poção mágica da felicidade.”
Mário Quintana.    (via distanciava)